E a vida continua…


“Tu te tornas eternamente responsável pelo que cativas” – já dizia Saint Exupéry

Vejo nessa frase uma verdade universal, onde a qual serve para tudo e para todos. A velha lei da ação e reação traduzida de uma forma um pouco mais filosófica.

Na fotografia eu acredito que isso também funcione, e uma forma interessante de se entender isso é: se você trabalha, você consegue.

Por que estou falando sobre isso e onde eu quero chegar? É simples… hoje em dia eu trabalho fotografando uma das maiores bandas do atual cenário rock brasileiro, e isso acaba gerando um interesse por várias pessoas que nem fotógrafas são ainda, mas sonham em um dia querer ser. Eu não sei se é porque realmente gostam daquilo ou se é porque acham que com esse sonho um dia vão conseguir chegar perto das pessoas que elas mais admiram atualmente. O problema disso tudo é: a maioria acha que é fácil e que se eu estou lá, é porque eu sou um velho amigo deles ou porque seilá, tive sorte… E não é bem assim que as coisas funcionam.

Eu não comecei na fotografia com esse intuito de querer cobrir uma banda. Eu comecei a fotografar porque eu queria apenas fotografar as coisas que eu gostava. Na época (1999), sim, eu já gostava de música, tinha uma banda e gostava muito de fotografar a banda dos outros em ação… mas era hobby, não era sonho e nem tampouco eu tinha essa vontade de querer viajar o Brasil (e quiçá o mundo) com uma banda. Isso pra mim era coisa de estadunidense, inglês, coisa de filme… o que eu queria mesmo era trabalhar em televisão (coisa que eu já fazia)… e minhas fotos? que fossem apenas fotos para mim.

A vida me fez transformar o meu hobby em ganha-pão (em 2005), e o que o destino me aprontou antes disso (em 2003) foi que as primeiras fotos minhas que tiveram uma certa repercussão foram aquelas fotos que eu tirei de uma banda dos outros (no caso o Los Hermanos), com uma câmera cybershot de 3.2 megapixels em um show que eu fui apenas porque eu queria ver e nada mais. A câmera (que nem minha era) caiu na minha mão, brinquei, e por uma força maior, no dia seguinte, estavam elas lá publicadas no site oficial da banda, pro Brasil e pro mundo inteiro ver (caso quisessem).

Recapitulando, até 2004 eu trabalhava com televisão/vídeo… de 2005 em diante eu costumo dizer que a fotografia me adotou, virou carro-chefe na minha vida, não porque eu realmente quis, mas porque o acaso bateu na porta.
Não comecei ganhando dinheiro fotografando banda, isso eu continuava a fazer por hobby. Comecei ganhando dinheiro fotografando casamento, batizado e fazendo book em agência de modelo. Fiz também foto publicitária, cobri eventos sociais, fotografava para revista e nas horas vagas cobria shows de bandas de amigos.
O que eu gostava disso tudo era o meio musical mesmo, mas tinha que fazer de tudo um pouco para me sustentar. Eu já morava sozinho, já tinha todas as contas pra pagar (como até hoje ainda tenho) e tudo mais.

Onde eu quero chegar com tudo isso? Quero apenas demonstrar que pra chegar onde eu cheguei e fazendo o que eu faço, eu tive que ralar alguns bons anos fazendo um pouco de tudo pra poder me sustentar e pra poder alcançar o que eu queria. Cativei o meu lugar atual assim como continuo cativando onde realmente eu quero chegar daqui alguns anos. A vida é assim, quem produz, merece… quem fica parado e sonhando, fica de fora.

Parece que hoje em dia as pessoas acham que tudo é fácil, que com alguns clicks você já chega onde quer e tudo mais, mas sinto dizer que a realidade é outra.
Já fotografei pra muita gente nessa vida… encaro todos os books que fiz na agência, todos os casamentos e todos os eventos sociais como sendo eu fotografando para a outra pessoa. Hoje, depois de anos, posso dizer que fotografo para mim, e com o maior prazer. Eu, atualmente sendo o fotógrafo do NXZERO, em nenhum momento, fotografo pensando que aquela foto é pra essa pessoa ou para aquela, mas sim fotografo pensando que aquela foto é pra mim. Faço o que eu quero e porque eu quero… e sei que a banda me paga porque quer que eu faça as fotos do MEU jeito… mesmo porque eles nunca palpitaram sobre nada no meu trabalho… eles me contrataram e me escolheram porque realmente devem se identificar com a minha forma de registrar os shows e a estrada em geral.

Voltando ao pensamento anterior, pra chegar nesse estágio onde estou, tive que estudar muito, tive que evoluir muito e tive que fazer muita coisa que nem vontade direito eu tinha… mas acredito que tudo faz parte do aprendizado, da evolução e da sua ambição. Sabe o papo de aonde quer chegar? É bem por aí. O melhor caminho a percorrer nem sempre é o mais rápido, porque pelo mais rápido você geralmente pula etapas essenciais para o seu futuro.

Hoje eu posso estar aqui onde estou, mas ainda não é aonde eu quero chegar. A vontade é de ir mais além, trilhar novos rumos, novos campos, terras estranhas… na fotografia você NUNCA sabe tudo, você é um eterno aprendiz e o que mais fascina é essa possibilidade de você um dia estar fazendo uma coisa e no outro fazendo algo que nem imaginava.

Eu tenho os meus sonhos e sempre corri atrás deles. Não tive berço de ouro, não moro com meus pais, e vivo do meu próprio dinheiro e suor há anos. Não sou muleque (apesar da face deixar em dúvida) e também não to aqui pra ler e ouvir desaforo de gente que não sabe nem 1/3 da minha história ou da minha vida. Sempre fiz acontecer, sempre lutei e sempre vou continuar sendo assim… quem realmente me conhece sabe o quanto eu ralei para conquistar cada passo dado… e como já dizia Chico Science “Um passo a frente e você já não está mais no mesmo lugar”.

Você é e sempre será o responsável por tudo o que cativar. Pense nisso, pratique isso e viva isso. Essa talvez seja a melhor dica da vida para que tudo funcione bem (ou funcione mal também, interprete a primeira frase ambiguamente).

Corre atrás e pratica o bem? colhe o bem. Fica parado e pratica o mal? coisa boa realmente não vai bater na tua porta. Simples assim.

Um dia quem sabe eu ainda consiga contar a história toda, com detalhes e com mais calma… hoje eu consigo apenas colocar indícios e um pouco de informação. Mas o legal é cuidar da própria vida ao invés de saber da vida dos outros não é mesmo? O bom é saber que nada vem fácil, e isso é o importante.

Aproveite as dificuldades. Amanhã mesmo você já vai ter outra.

Anúncios

9 comentários sobre “E a vida continua…

  1. Adorei esse post.
    Passo aqui sempre, e cada vez que leio seus textos tenho mais certeza de quem você é.
    Te admiro muito, mesmo te conhecendo tão pouco.
    Beijoos Se cuidaa !

    Curtir

  2. Ótima postagem, falou tudo tu te torna eternamente responsável por aquilo que cativa.
    Entrar nessa profissão não é fácil e como todos os mais experientes falam o que tem a fazer é estudar e estudar muito.
    Admiro muito seu trabalho, sou tua fã e fã das tuas fotos. Não pq tu tem amizade com bandas e com pessoas de sucesso, mais te admiro por você ser uma pessoa de sucesso.
    Parabéns sempre e sempre.
    Continue sendo esse ótimo fotografo que tu é.
    abç

    Curtir

  3. Cara sempre apareço aqui, pode ver alguns de seus posts anteriores, você verá alguns comentarios meus, porra voce detona não só nas fotos mais também nos textos e tudo mais! Você é meu idolo velho! Ainda nos veremos e você ira autografar minha câmera! hehe ♥

    Curtir

  4. Nossa, parece que uma parte desse post foi pra mim! Eu, que agora com 30 anos, to largando tudo, pra viver essa paixão, que é a Fotografia. Já venho te “seguindo” há alguns anos. E mesmo sendo um aprendiz eterno, a coisa mais importante você sempre teve, o Olhar! Parabéns por todos os seus trabalho, pelos books, pelos casamentos e pelos shows. Principalmente, no trabalho que faz agora, as pessoas te invejam muito( desculpe a palavra forte), algumas como eu uma inveja branca de admiração, mas outros a pior, e não são essas ultimas que terão alguma importância na vida ou no mundo… Então nem se preocupe em se preocupar( hehehehehe). Um Beijo de mais uma fã do seu trabalho, Vanessa. Brasília- DF

    Curtir

  5. nossa cesar isso é tão profunto que eu até chorei de conhecer um pouco da sua historia,eu te adoro mesmo quero algum dia poder alcançar meus sonhos tanbém!!

    muito o brigado por esse post foi muito bom te conhecer mais

    beijosss♥

    Curtir

  6. Realmente com todas essas palavras e a história de vida a conclusaõ que se tira é que temos que ser fortes e nunca olhar pra trás seguir em frente. PARABÉNS

    Curtir

  7. Muito bom cesinha. Esse post me abriu os olhos sobre o que eu estou passando no momento..e me ajudou muito! me fez refletir sobre minha situação ! Vim parar aqui nesse ‘blog’ porque eu não sei oque é isso , nem sabia que ‘isso’ existia e por acaso, mais nada é por acaso né ? achei respostas onde eu jamais pensava que iria encontrar, me fez um grande favor ! simplismente obrigado!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s