Daqui eu vejo diferente

IMG_0658

O que seria do ser humano se não houvessem as diferentes formas de se ver a mesma coisa, não? Claro que isso gera conflitos e gera desentendimentos mas quer saber? ainda bem. Sou muito a favor que tenha coisa pra todos os gostos… se você não gosta, você não vê, não ouve, não comenta, não passa pra frente e pronto. Isso já basta.

Nunca obriguei todo mundo a falar bem do meu trabalho, das minhas fotos, do que eu escrevo… mas também não sou obrigado a fazer tudo o querem que eu faça… na real eu faço se eu quiser, como eu quiser e tudo mais. Sinceramente eu acho que o mundo seria mais convincente se as pessoas contratassem os outros pela competência e pela linguagem que ela usa… e não para obedecer ordens. Tipo, você tem uma ideia mas não sabe executar… conhece pessoas que sabem… dessas pessoas, você teria que ver qual mais chega perto daquilo e pedir pra que ela faça… mas deixando a criatividade dela ir a tona, larga na mão da pessoa e seja feliz. Você não sabe fazer mesmo, porque vai querer discutir se ta bom ou ruim? Se soubesse você faria sozinho. Mas, o mundo não funciona muito assim.. a galera não sabe fazer e ainda quer que você faça do jeito que ela quer, como se ela soubesse muito o que está dizendo (se sabe tanto, pq não aprendeu fazer sozinho, né não?).

Bom.. na realidade o post é só pra defender o ponto de vista de cada um, e a capacidade de realização individual. Nunca fui de ficar me segurando em ideia dos outros, sempre tento colocar a minha interpretação em tudo o que eu faço… e acho que todo mundo deveria fazer isso, pois pelo menos o prazer em fazer é maior. Agradar a todos ninguém nunca vai conseguir mesmo… então não custa se agradar um pouco.

Anúncios

4 comentários sobre “Daqui eu vejo diferente

  1. é as pessoas são cheiias de dar palpites em coisas que não deveriam.

    ” Agradar a todos ninguém nunca vai conseguir mesmo… ”

    cada um tem que ser o que é e fazer o que quer.

    Cesinha beeijos da sua Fãn *—–*
    PS. Te add no Flickr.

    Curtir

  2. É Césinha, quase um mês sem uma aparecida sua aqui me deixa com uma sensação de que tá faltando alguma coisa. E eu acho que o que falta nesses dias sem ler diretamente o que você escreve, é essa sua sinceridade e essa coisa de falar tudo na lata e pronto, agradando Gregos e desapontando Troianos. Não interessa MESMO o que as pessoas vão achar ou definir certo ou errado, o que importa é nossa felicidade interior e a nossa própria realização.
    E como diz Lulu “O que eu ganho e o que eu perco, ninguém precisa saber”.

    Curtir

  3. É Césinha, concordo em gênero, número e grau! Principalmente com a parte que você disse “Sinceramente eu acho que o mundo seria mais convincente se as pessoas contratassem os outros pela competência e pela linguagem que ela usa… e não para obedecer ordens.” Deixar a criatividade ir a tona é o que manda! Aaah se o mercado utilizasse e preservasse essa liberdade, como seria melhor não é mesmo. Eu trabalho com arte numa gráfica e vivo com a obrigação constante de ter que fazer artes de acordo com o que mandam e não como quero e sei fazer melhor. Tem vezes que sai cada coisa, uma pior que a outra que não tenho nem coragem de dizer que foi feito por mim (rs). É um saco, realmente, é um saco… E o pior é que quase sempre, quando alguém aqui vê algum trabalho meu (particular), elogia pra caramba e diz que ficou ótimo! Vai entender!?!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s